Você já parou pra pensar 🤔 na sua vida, nos seus comportamentos e nas pessoas ao seu redor que te levam para o lado negro da força?

Faça uma análise da sua vida, veja o que tem te levado a ficar triste 😢, deprimida 😥, ansiosa, se achando uma 💩 e incapaz de fazer diferença para ter a vida que sempre quis. Descobriu? Se afaste o quanto antes dessas coisas que não te trazem benefício algum.

Seja Jedi! Encontre seus poderes especiais, utilize seu sabre de luz e se mantenha firme no “lado iluminado” da força 💡. E “que a força esteja com você” (Mestre Yoda).

Bjos nutritivos,

Anielle 😉

1⃣ Não fique sem se alimentar após o exercício.

2⃣ Beba bastante água.

3⃣ Consuma frutas e vegetais.

4⃣ Consuma proteína de alto valor biológico: carnes, leite e derivados e ovos. Consuma também outros alimentos de origem vegetal ricos em proteína: amendoim, pasta de amendoim, amêndoas, aveia, ervilha, feijão, lentilha, brócolis, soja, quinoa, tofu e gérmen de trigo.

5⃣ Não consuma somente proteína: Você precisa dos três macronutrientes para gerar energia necessária para o corpo e suas funções durante o dia.

6⃣ Durma: como falei em posts anteriores, o corpo necessita de horas de descanso para fazer anabolismo (renovação e síntese celular), mas para isso ocorrer, é necessário que você ponha em prática o próximo passo.

7⃣ Faça exercícios: o músculo precisa de micro lesões para renovar as células e crescer. Sabe aquela dorzinha enjoada no corpo após o exercício? Então, fique feliz, pois esse é um sinal de que está funcionando. Porém, não adianta tomar um anti-inflamatório para melhorar a dor não viu? Se não, você anula a resposta do corpo em “sarar” a micro lesão, e consequentemente, aumentar a massa muscular.

Se o exercício já está fácil, tá na hora de conversar com seu educador físico para aumentar a dificuldade desse treino.

💡Dica Extra: quando atingir seu objetivo, não pare! Os músculos precisam ser estimulados sempre, senão você emagrece de novamente.

Bjos nutritivos,

Anielle 😉

1) DORMIR: dormir bem é importante para renovar as células do seu corpo, inclusive as cerebrais. Esse descanso para a renovação celular, é essencial para melhora da memória, da concentração e diminuição do estresse.

Outro motivo importante é que, além de reparar seu corpo para o próximo dia, ao dormir atingimos a fase REM (Rapid Eye Moviment / Movimento Rápido dos Olhos). É nesse estágio em que os sonhos são mais intensos e ocorre o movimento rápido dos olhos, daí o nome. É nessa fase em que o cérebro faz uma limpeza na memória de curto prazo, armazenando o que realmente interessa e consolidando a memória de longo prazo. Sem um sono renovador é bem difícil ter uma memória de 🐘 não é mesmo?

2) ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: da mesma forma que precisamos dormir para o organismo fazer essa renovação celular, é necessário também dar o substrato (nutrientes) 🍎🍠🍉 para que todo o corpo seja restaurado, incluindo o nosso órgão pensante. Nesse post dei exemplos de alimentos que auxiliam de forma mais eficiente na memória.

 


3) EXERCITAR O CÉREBRO: da mesma que os nossos músculos, o cérebro também fica “atrofiado” e preguiçoso quando não recebe estímulos diferentes. Para exercitá-lo, faça coisas que ele não está acostumado.
.
Ex.: se arrume no escuro, amarre o cadarço somente com uma mão, faça as coisas com a mão que você não escreve, faça caça palavras, jogos cruzados, quebra-cabeça, vá para o trabalho por um caminho diferente, use sua criatividade. Eu mesma, adoro o site racha cuca, lá existe vários exercícios para o cérebro.

4) EXERCÍCIOS FÍSICOS: agora está na hora de exercitar o corpo 🙆💪. A maioria dos remédios para melhorar a memória são ativadores da circulação, pois o cérebro precisa de oxigenação para funcionar corretamente. Então, a melhor forma de ativar a circulação do corpo, e consequentemente, do cérebro é se exercitando regularmente.


5) FAÇA ANOTAÇÕES: esvazie sua mente! Lendo o livro ‘A arte de fazer acontecer​’ aprendi que a mente foi feita para criar ideias e não para armazená-las. Então, não fique usando o seu precioso cérebro de bloquinho de notas 🗒️ para armazenar tudo o que acontece no seu dia a dia.

“Mas Anielle, essa também não é uma boa forma de exercitar o cérebro?” Bom, eu não aconselho esse exercício hoje em dia, pois nesse mundo tecnológico em que recebemos uma enxurrada de informações 24 horas do nosso dia, tentar arquivar coisas na memória, que as vezes nem são tão importantes, é remar contra a maré. Nossa mente é seletiva, ela só grava informações que realmente sejam relevantes para você. Então não tem jeito, você vai esquecer de muitas coisas SIM. Para isso não acontecer, ANOTE! Tire essa avalanche de informações da sua mente, esvazie-se e deixe-a livre para o que realmente interessa.

😚 Beijos  da Nutri,

Anielle – Aninha Light

Leve em todos os aspectos: corpo, mente coração e espírito.

 

 

Alimentos ricos em ômega 3: sardinha, arranque, atum, quinoa, linhaça, salmão, chia e nozes. O ômega-3 ajuda a restaurar e proteger a bainha de mielina (camada protetora ao redor das células nervosas). A bainha de mielina protege o axônio, isolando os impulsos nervosos, facilitando assim, uma conexão mais rápida.

Alimentos ricos em Fisetina*: caqui, morango, tomate, uva, suco de uva integral, cebola, maçã e kiwi.
*Fisetina: substância do grupo dos flavonóides, presente, presente, presente em frutas e vegetais com o poder de estimular mecanismos do cérebro que melhoram a memória de longo prazo. Também é um antioxidante.

Alimentos fontes de proteína: carnes, ovos, leite e derivados. A proteína é responsável pela renovação celular.

Alimentos antioxidantes: alho, aveia, azeite de oliva, cacau, cebola, cenoura, chá de cavalinha, chá mate, chá verde, chocolate amargo, cúrcuma, linhaça, oleaginosas*, óleo de coco, tomate, uva e suco de uva integral. Também são antioxidantes alimentos fontes de vitamina E, vitamina A, vitamina C, quercetina, coenzima Q10, zinco e outros. Os antioxidantes combatem os radicais livres, diminuindo o estresse oxidativo, o aparecimento de doenças e retardando o envelhecimento.

*Oleaginosas (fonte de vitamina E e complexo B): avelã, amêndoas, castanha-do-Pará, castanha-de-caju, macadâmia, nozes e pistache.

PAGE TOP